Comunidade se mobiliza e consegue manter a pré-escola na Escola Alberto Schmitt

Comunidade se mobiliza e consegue manter a pré-escola na Escola Alberto Schmitt - Rogério do PT, Vereador Rogério,

No fim da tarde desta quarta-feira, dia primeiro de novembro, participei de uma reunião na Escola Municipal Alberto Schmitt, sediada na localidade do Baú Central, na condição de vereador, mas acima de tudo, com pai onde tenho duas filhas matriculadas neste educandário. O encontro foi articulado pela própria comunidade, a maior interessada neste conflito, em que organizou um abaixo-assinado pressionado o executivo a posicionar-se oficialmente quanto à permanência da unidade do pré-escolar na escola.

O prefeito esteve presente na reunião para desfazer uma decisão em que a Secretaria de Educação já havia tomando em que previa fechar o pré-escolar da escola. A decisão de recuar só ocorreu graças à mobilização dos pais que por meu de uma petição tiveram voz e poder para desfazer o mau feito.

A comunidade venceu e a pré-escola continuará na Escola Municipal Alberto Schmitt.

Como em todo encontro onde os atuais gestores das secretarias e o prefeito participam, aproveitam as oportunidades para fazer politicagem, e na reunião de ontem, não foi diferente. A eleição já passou senhor prefeito! Não tem com quem mais brigar ou convencer alguém. O senhor venceu a disputa e já está na hora de trabalhar. És o prefeito do bônus e do ônus. Nem tudo é um mar de rosas, mas perceber-se que o problemas do município o senhor não quer resolver e fica mais fácil jogar a culta no prefeito anterior

Além de criticarem a administração passada, disseram aos presentes da reunião que já investiram grandes cifras na educação, enalteceram um certo político da região, que neste caso, não merece ser referenciado e pude perceber que ainda exerce grande influência no contexto político da região, mesmo porque é detentor da pasta da agricultura e tem uma habilidade enorme em promover o clientelismo.

Quanto aos investimentos, alegaram que compram colchonetes e panelas e que até fim de ano irão adquirir outros quatro novos ônibus escolares.

Quem conhece o povo da região do Complexo dos Baús sabe que são pessoas preocupadas com o desenvolvimento de toda localidade. Sobre esse assunto, observo com estranheza a inércia dos gestores públicos em relação às reformas estruturais e aplicação de investimento junto a Escola Alberto Schmitt como também na reabertura da Unidade Básica de Saúde Augustinho Zimmerman, que está fechado até então.

- Rogério do PT, Vereador Rogério,Ontem na sessão da Câmara de Vereadores fiz críticas pesadas em relação ao baixo investimento na educação. Tenho a plena convicção que não irão alcançar os 30% como prevê a Lei Orgânica do Município. Talvez seja por isso a compra dos novos ônibus, que em tese não deixa de ser investimento no setor.

Minhas filhas estudam em escola pública. Eu estudei em escola pública e não vejo problema nenhum nisso. Sinto muitas pessoas preconceituosa e soberba que além de não valorizar a coisa pública, não se esforça nem um pouquinho pra melhorá-la.

A grande maioria dos políticos tem a mania de achar que escola pública “não presta” e colocam seus filhos em escolas particulares. Isso me entristece. Milito na política por muitos anos e em minha formação aprendi a defender a educação pública e buscar subsídios em melhorá-la. Hoje sou vereador, e mesmo não tendo a caneta da decisão na mão, vou em busca de investimento para o setor e poder aperfeiçoar nossa educação cada vez mais e ser uma referência.

O que não consigo entender são os agentes públicos não valorizar o serviço público. Isso pra mim é, sem dúvida, uma imensa contradição.

Sobre a educação infantil

A educação infantil, primeira etapa da educação básica e é ofertada em creches, pré-escolas, escolas, centros ou núcleos de educação infantil, independentemente da denominação ou do nome fantasia que adotem.

Se caracterizam como espaços institucionais não domésticos que constituem estabelecimentos educacionais públicos ou privados que educam e cuidam de crianças de 0 a 5 anos de idade no período diurno, em jornada integral ou parcial, regulados e supervisionados por órgão competente do sistema de ensino e submetidos a controle social.

Ela tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança até 6 anos de idade, em seus aspectos físico, psicológico, intelectual e social, complementando a ação da família e da comunidade.

As crianças devem estar todas juntas aprendendo. A diferença é um fator importante para os processos de aprendizagem e desenvolvimento, pois eles se tornam mais efetivos quando se tem a oportunidade de realizar trocas com pares em níveis de aprendizagens e desenvolvimento diferentes, gerando novos desafios e contribuindo para que as pessoas avancem em suas conquistas.

Rogério Flor de Souza
Vereador PT Ilhota
Assessoria

🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s